Logotipo
Contactos
Rua Jau - Alto de Santo Amaro 1300-312 Lisboa
213617448/ 911140731

Oferta Formativa

Consulte informações sobre a oferta formativa

Documentos

Consulta e download de documentos e formulários.

Legislação

Consulte a legislação em vigor

 

                                                                                        BREVE INTRODUÇÃO

Neste ano letivo 2023/2024, dando continuidade ao Programa de Digitalização para as Escolas, assume especial destaque a implementação e o desenvolvimento dos Planos de Ação e Desenvolvimento Digital das Escolas (PADDE), contribuindo para a sua efetivação a Capacitação Digital dos Docentes, sendo esta uma das áreas prioritárias de formação. As restantes áreas prioritárias de formação são:  Recuperar com a Matemática, Recuperar Incluindo e Capacitar para Avaliar.

É, também, pretensão do CFCM dar resposta às necessidades de formação que as nossas escolas e os nossos docentes  venham a identificar, mobilizando todos os recursos disponíveis para a implementação de uma formação contínua de elevada qualidade. A nossa oferta formativa pretende ser diversificada, daí a pretensão do desenvolvimento  de ações de formação no âmbito do Plano Nacional das Artes e do Plano Nacional de Cinema. Partilhamos um dos príncipios do PNA, que é "usar o poder educativo das artes, dos patrimónios e das culturas para formar a atenção e reconfigurar o horizonte de possibilidades em que nos movemos".

 

O CFCM tem em divulgação um conjunto de ações que compõem a primeira fase do seu plano de formação respeitante ao ano de 2024, de março a julho.

Esta fase integra várias ações de formação e o período de inscrições está a decorrer, cumprindo-se a implementação das mesmas entre março e julho deste ano letivo.

A oferta formativa em divulgação, integra uma maior diversidade de ações de formação, dando cumprimento a cinco grandes linhas de orientadoras:

– Plano de Transição Digital – Capacitação Digital Docente;

– Práticas pedagógicas para a inclusão;

– Avaliação das Aprendizagens;

– Aprendizagens Essenciais de Matemática, nos ensinos Básico e Secundário;

– Outras ofertas formativas, centradas em algumas áreas das didáticas especificas e em projetos formativos de iniciativa das nossas escolas associadas.

A viabilização superior de uma oferta formativa mais volumosa e abrangente que em anos anteriores, conduziu à gestão de outras ofertas formativas que publicaremos assim que consigamos finalizar as condições de programação e calendarização com a equipa de formadores do CFCM.

Sendo o CFCM uma entidade formadora na produção de respostas formativas de qualidade assentes na análise das necessidades de formação da comunidade educativa, pretende acompanhar a transição digital em curso em Portugal, através de dinâmicas de trabalho tecnológicas assentes na utilização da nova Plataforma Digital do Centro de Formação Calvet de Magalhães. 

 A Plataforma de Gestão CFAE   já se encontra em pleno funcionamento. Assim, agradecemos que criem uma conta na plataforma através do link:  https://calvetmagalhaes.cfae.pt/utilizador/registar/ 

Depois de criar a conta, o utilizador recebe um email de confirmação que pode ir para a caixa de correio ou para o spam. Qualquer dificuldade, erros, ou sugestões, devem ser enviadas como feedback para o centro de formação.

Saudações cordiais e votos de um excelente ano letivo 2023/2024.

                                                                   A Diretora do Centro de Formação Calvet de Magalhães

                                                                            Gabriela Alexandra de Oliveira Machado

DIVULGAÇÃO

280

Avaliação Pedagógica I: Projetos de Intervenção nos domínios do ensino, aprendizagem e avaliação
Educadores de Infância; Professores de todos os grupos de recrutamento;

Oficina

 

50.0 horas

 

Presencial

 

Educadores de Infância, Professores do Ensino Básico, Secundário e Educação Especial

Escola Secundária de Fonseca Benevides

A avaliação pedagógica tem assumido uma centralidade inegável nas políticas educativas e curriculares, com efeitos concretos nas práticas de ensino e aprendizagem, designadamente na promoção do “sucesso escolar”. A publicação do Decreto-Lei nº 55/2018, de 6 de julho, consagra mudanças significativas ao ...
Ler mais Ler menos

Ref. 175TIC 23.24.18 Inscrições abertas até 05-06-2024 INSCREVER-ME

Registo de acreditação: CCPFC/ACC-119900/23

Modalidade: Oficina de Formação

Duração: 50.0 horas (25.0 horas presenciais + 25.0 horas de trabalho autónomo)

Início: 06-06-2024

Fim: 18-07-2024

Regime: Presencial

Local: Escola Secundária de Fonseca Benevides

Formador

Ana Rita Correia

Destinatários

Educadores de Infância, Professores do Ensino Básico, Secundário e Educação Especial

Releva

Para os efeitos previstos no n.º 1 do artigo 8.º, do Regime Jurídico da Formação Contínua de Professores, a presente ação releva para efeitos de progressão em carreira de Educadores de Infância, Professores do Ensino Básico, Secundário e Educação Especial. Mais se certifica que, para os efeitos previstos no artigo 9.º, do Regime Jurídico da Formação Contínua de Professores (dimensão científica e pedagógica), a presente ação releva para efeitos de progressão em carreira de Educadores de Infância, Professores do Ensino Básico, Secundário e Educação Especial.

Acreditado pelo

CCPFC - Conselho Científico Pedagógico de Formação Contínua

Entidade formadora/Parceria

Centro de Formação Calvet Magalhães

Enquadramento

A avaliação pedagógica tem assumido uma centralidade inegável nas políticas educativas e curriculares, com efeitos concretos nas práticas de ensino e aprendizagem, designadamente na promoção do “sucesso escolar”. A publicação do Decreto-Lei nº 55/2018, de 6 de julho, consagra mudanças significativas ao nível do currículo, assumindo um dos seus princípios orientadores: a “afirmação da avaliação das aprendizagens como parte integrante da gestão do currículo enquanto instrumento ao serviço do ensino e das aprendizagens”. Refere ainda o caráter formativo da avaliação pedagógica como um dos pilares da melhoria da qualidade do ensino e da aprendizagem. Importa, pois, que os professores consolidem estas mudanças de modo contextualizado e que aprofundem competências e conhecimentos inerentes ao processo de avaliação das aprendizagens, nomeadamente, através de desenvolvimento de projetos pedagógicos e didáticos em torno de práticas de avaliação formativa, feedback e participação, critérios de avaliação e processos de recolha de informação. Deste modo, visa-se capacitar e apoiar os docentes para a construção dos recursos inovadores necessários e ajustados aos seus contextos educativos específicos, promovendo-se ainda a implementação e análise dos mesmos, tendo em vista o seu aperfeiçoamento ou reformulação.

Objetivos

Contribuir para o desenvolvimento de competências e conhecimentos no domínio da avaliação, em geral, e da avaliação pedagógica, em particular, congruentes com o real conteúdo das orientações constantes nos documentos legais; • Promover práticas de trabalho colaborativo e cooperativo na construção e desenvolvimento de projetos de avaliação pedagógica em contexto de sala de aula; • Elaborar recursos educativos de suporte ao desenvolvimento dos projetos de avaliação pedagógica; • Permitir a troca de materiais e experiências, o esclarecimento de dúvidas e a geração de ideias e projetos de natureza pedagógica e didática; • Incrementar práticas de formação de natureza investigativa que confiram competências aos professores para lidar com a mudança e a inovação no âmbito da avaliação pedagógica.

Conteúdos

1. Enquadramento curricular: documentos de referência – 3 horas; 2. Natureza e Fundamentos da Avaliação - 3 horas; 3. Avaliação formativa e avaliação sumativa - 3 horas; 4. Feedback: natureza, distribuição e utilização por alunos e professores-alunos - 3 horas; 5. Aprendizagens Essenciais, Critérios de avaliação, Descritores de Níveis de Desempenho e de Standards. - 3 horas; 6. Processos de recolha de informação - 3 horas; 7. Apresentação, discussão e avaliação dos projetos de intervenção desenvolvidos no âmbito da oficina - 7 horas.

Metodologias

Nas sessões presenciais os formandos desenvolverão trabalho colaborativo e cooperativo, com o devido enquadramento teórico, em torno da construção de projetos e de materiais para a respetiva implementação em contexto real de aprendizagem, assim como a reflexão crítica, a par e passo, sobre os resultados obtidos e as mudanças que deverão ser adotadas.

Avaliação

De acordo com o RJFCP – Decreto-Lei nº 22/2014, de 11 de fevereiro - e nos termos dos nºs 5 e 6, do artigo 4.º do Despacho nº 4595/2015, de 6 de maio, valorizando-se uma lógica formativa e de acompanhamento. Assim, a avaliação dos formandos terá incidência: (1) Na participação e no trabalho contínuo realizado ao longo das sessões presenciais; (2) Na componente de trabalho individual, tendo em conta a qualidade dos projetos e materiais produzidos e apresentados em plenário.

Modelo

Aplicação de inquéritos por questionários aos formandos e aos formadores.

Bibliografia

Fernandes, D. (2021). Para uma fundamentação e melhoria das práticas de avaliação pedagógica no âmbito do Projeto MAIA. Texto de Apoio à formação - Projeto de Monitorização, Acompanhamento e Investigação em Avaliação Pedagógica (MAIA). Ministério da Educação/Direção-Geral da Educação. Fernandes, D. (2021). Para a Conceção e Elaboração do Projeto de Intervenção no Âmbito do Projeto MAIA. Texto de Apoio à formação - Projeto de Monitorização, Acompanhamento e Investigação em Avaliação Pedagógica (MAIA). Ministério da Educação/Direção-Geral da Educação. Fernandes, D. (2021). Para um enquadramento da formação de professores. Texto de Apoio à formação - Projeto de Monitorização, Acompanhamento e Investigação em Avaliação Pedagógica (MAIA). Ministério da Educação/Direção-Geral da Educação. Machado, E. A. (2021). Feedback. Folha de apoio à formação - Projeto de Monitorização, Acompanhamento e Investigação em Avaliação Pedagógica (MAIA). Ministério da Educação/Direção-Geral da Educação. Wenger, E. (1998). Communities of practice: Learning, meaning, and identity. Cambridge University Press.


Observações

Releva para efeitos de progressão em carreira na dimensão científica e pedagógica.

Cronograma

Sessão Data Horário Duração Tipo de sessão
1 06-06-2024 (Quinta-feira) 17:30 - 20:30 3:00 Presencial
2 20-06-2024 (Quinta-feira) 17:30 - 20:30 3:00 Presencial
3 27-06-2024 (Quinta-feira) 17:00 - 20:30 3:30 Presencial
4 04-07-2024 (Quinta-feira) 16:00 - 20:00 4:00 Presencial
5 08-07-2024 (Segunda-feira) 16:00 - 20:00 4:00 Presencial
6 11-07-2024 (Quinta-feira) 16:00 - 20:30 4:30 Presencial
7 18-07-2024 (Quinta-feira) 17:30 - 20:30 3:00 Presencial

INSCREVER-ME
286

Vamos Falar sobre Cinema? Take 16 - Práticas Cinematográficas nas Escolas

ACD

 

3.0 horas

 

e-learning

 

Educadores de Infância, Professores do Ensino Básico, Secundário e Educação Especial

Online através da plataforma ZOOM -DGE

Esta proposta de Ação de Formação de Curta Duração insere-se na série de ACD's online do PLANO NACIONAL DE CINEMA, que visam aprofundar a relação do cinema com as grandes Áreas de Competências constantes no Perfil dos Alunos à Saída da Escolaridade Obrigatória, nomeadamente: - Informação e Comunicação, ...
Ler mais Ler menos

Ref. 205ACD 23/24.21 Inscrições abertas até 28-06-2024 INSCREVER-ME

Registo de acreditação: ACD 23/24.21

Modalidade: Ação curta duração

Duração: 3.0 horas

Início: 02-07-2024

Fim: 02-07-2024

Regime: e-learning

Local: Online através da plataforma ZOOM -DGE

Formador

Elsa Maria Carneiro Mendes

Destinatários

Educadores de Infância, Professores do Ensino Básico, Secundário e Educação Especial

Releva

Despacho n.º 5741/2015 - Enquadra-se na possibilidade de ser reconhecida e certificada como ação deformação de curta duração a que se refere a alínea d) do n.º 1 do artigo 6.º do Decreto-Lei n.º 22/2014. 

Certificado pelo

CDCP - Conselho de Diretores da Comissão Pedagógica

Entidade formadora/Parceria

Centro de Formação Calvet Magalhães/Plano Nacional de Cinema

Enquadramento

Esta proposta de Ação de Formação de Curta Duração insere-se na série de ACD's online do PLANO NACIONAL DE CINEMA, que visam aprofundar a relação do cinema com as grandes Áreas de Competências constantes no Perfil dos Alunos à Saída da Escolaridade Obrigatória, nomeadamente: - Informação e Comunicação, Relacionamento interpessoal, Desenvolvimento Pessoal e Autonomia, Pensamento Crítico e Criativo e Sensibilidade Estética e Artística. Esta ação vai ao encontro dos pressupostos expressos nos documentos de orientação curricular base denominados Aprendizagens Essenciais, constituindo-se como instrumento de apoio, quer ao trabalho pedagógico desenvolvido com recurso a filmes, quer à viabilização de uma gestão flexível do currículo, orientada pelos docentes nas suas comunidades educativas. No caso desta ACD em particular, ela tem como principal objetivo promover um espaço de partilha de práticas pedagógicas dinamizadas em escolas e que têm o recurso ao cinema como eixo comum.

Objetivos

-Fazer a divulgação de iniciativas ligadas ao setor do cinema e direcionadas para os públicos escolares, promovendo uma maior articulação entre cultura e educação. -Dar a conhecer as e os autores do cinema português, valorizando o património cinematográfico a audiovisual português. -Promover a criação de uma rede de partilha em torno de uma cultura cinéfila, através da apresentação de práticas cinematográficas de diversas escolas inscritas no PNC.

Conteúdos

Divulgação -O Serviço Educativo do Festival Porto/Post/Doc. -A participação de jovens na iniciativa europeia EFA Young Audience Film Awards. Novos filmes no cinema português -Onde está o Pessoa?, de Leonor Areal - Um ensaio audiovisual sobre Fernando Pessoa. Práticas pedagógicas nas escolas -Apresentação de planos de atividades cinematográficas implementados em diversos agrupamentos de escolas/escolas não agrupadas.

Modelo

Questionário de satisfação por resposta on-line, a submeter até 2 dias após a realização da ACD.


Observações

Convidados: Dario Oliveira (Porto/Post/Doc), Carla Chambel (Academia Portuguesa de Cinema), Leonor Areal (Realizadora e investigadora); coordenadores de equipas do PNC a nível de escola.

Os professores/educadores que desejarem creditação, após a frequência da ACD, devem solicitar o certificado de frequência. Este tem um custo de 5 euros. Para proceder ao pagamento devem transferir a verba de 5,00 € utilizando o: NIB: 0781 0112 0112 0012 91 310 ou IBAN: PT500 781 01 120 112 001 291 310 ( Escola Secundária de Fonseca Benevides). O comprovativo de pagamento deverá ser enviado para andreia.santos@esfb.pt

Cronograma

Sessão Data Horário Duração Tipo de sessão
1 02-07-2024 (Terça-feira) 18:00 - 21:00 3:00 Online síncrona

INSCREVER-ME