Available courses

    AE 21/22.10 "Música Clássica e Heavy Metal: história, linguagens e paralelismos técnico-pedagógicos"


    PPD 21/22.01 "Práticas de Avaliação Pedagógica: refletir e agir para melhorar"

    Oficina "Práticas de Avaliação Pedagógica: refletir e agir para melhorar". No contexto do processo de autonomia e flexibilidade curricular e com a publicação do Perfil do Aluno à Saída da Escolaridade Obrigatória, os professores de algumas escolas/agrupamentos frequentaram Oficinas do Projeto MAIA e definiram um Projeto de Intervenção nesta área. Assim, é necessário o reforço do acompanhamento da equipa docente que está a preparar o alargamento do projeto a todos os anos de escolaridade e disciplinas, sublinhando os conceitos e promovendo a reflexão sobre as metodologias nos colegas a envolver. Importa, por isso, que os professores consolidem estas mudanças de modo contextualizado e que aprofundem competências e conhecimentos inerentes ao processo de avaliação das aprendizagens em torno de práticas de avaliação formativa, feedback e participação, critérios de avaliação e processos de recolha de informação.



    PD 21/22.12 " Questionar bem, aprender melhor: competências de questionamento para professores"

    TIC 21/22.09 "Capacitação Digital de Docentes – Nível 1"

    "O Nível 1 posiciona-se numa perspetiva de exploração e adoção de estratégias de integração do digital em contexto educativo. Pretende-se que os docentes reconheçam o potencial das tecnologias digitais na educação, ganhem autoconfiança na sua utilização, assimilem nova informação e desenvolvam práticas digitais básicas. "

     

    TIC 20/21.10 "Capacitação Digital de Docentes – Nível 2"

    No âmbito do PADDE, "considera-se que a leitura e análise do DigCompEdu constitui um elemento muito importante na formação. Esse documento deve ser entendido como instrumento de trabalho para professores e formadores, funcionando como documento orientador para o enquadramento dos professores face à sua profissão."


    PPD 21/22.11"Paint ,Word, Prezi e Excel como ferramentas pedagógicas. Nível Introdutório "

    Razões justificativas da ação e a sua inserção no plano de atividades da entidade proponente. Após consulta sobre as necessidades de formação verificou-se que existe ainda uma considerável percentagem de docentes com grandes lacunas ao nível da correta utilização e otimização das ferramentas do Office e Google, sendo estas livres. Esta ação visa dotar os docentes de ferramentas tecnológicas que lhes permita elaborar instrumentos interativos e apelativos para os alunos de forma a contribuir para a melhoria do processo ensino aprendizagem. Pretende-se também com esta ação ajudar os docentes a otimizar e tornar mais eficiente o trabalho do dia-a-dia, nomeadamente o que está relacionado com as avaliações dos alunos.

    TIC 20/21.10 "Capacitação Digital de Docentes – Nível 2"

    No âmbito do PADDE, "considera-se que a leitura e análise do DigCompEdu constitui um elemento muito importante na formação. Esse documento deve ser entendido como instrumento de trabalho para professores e formadores, funcionando como documento orientador para o enquadramento dos professores face à sua profissão."


    FEGOE 21/22.02 " Saúde Mental em Saúde Escolar - Promoção de Aprendizagens Socioemocionais em Meio Escolar"

    TIC 20/21.10 "Capacitação Digital de Docentes – Nível 2"

    No âmbito do PADDE, "considera-se que a leitura e análise do DigCompEdu constitui um elemento muito importante na formação. Esse documento deve ser entendido como instrumento de trabalho para professores e formadores, funcionando como documento orientador para o enquadramento dos professores face à sua profissão."


    TIC 21/22.09 "Capacitação Digital de Docentes – Nível 1"

    "O Nível 1 posiciona-se numa perspetiva de exploração e adoção de estratégias de integração do digital em contexto educativo. Pretende-se que os docentes reconheçam o potencial das tecnologias digitais na educação, ganhem autoconfiança na sua utilização, assimilem nova informação e desenvolvam práticas digitais básicas. "

     

    TIC 21/22.12 "Capacitação Digital de Docentes – Nível 2"

    No âmbito do PADDE, "considera-se que a leitura e análise do DigCompEdu constitui um elemento muito importante na formação. Esse documento deve ser entendido como instrumento de trabalho para professores e formadores, funcionando como documento orientador para o enquadramento dos professores face à sua profissão."


    TIC 20/21.09 "Capacitação Digital de Docentes – Nível 3"

    "No âmbito do PADDE, "considera-se que a leitura e análise do DigCompEdu constitui um elemento muito importante na formação. Esse documento deve ser entendido como instrumento de trabalho para professores e formadores, funcionando como documento orientador para o enquadramento dos professores face à sua profissão."



    Sentiu-se a necessidade de explorar e trabalhar mais ferramentas que facilitem e promovam a aprendizagem ativa como novo paradigma educacional, com um ensino centrado no aluno, onde o aluno é ator implicado no processo de construção do seu saber, cabendo ao professor o papel de facilitador e dinamizador das tarefas postas em ação e estimulador à participação e envolvimento dos alunos no processo de aprendizagem, no fundo, proporcionar oportunidades para que os alunos possam (a) aplicar e demonstrar o que estão a aprender e (b) receber feedback imediato dos pares e/ou o do próprio professor.

    PPD 21/22.01 "Práticas de Avaliação Pedagógica: refletir e agir para melhorar"

    Oficina "Práticas de Avaliação Pedagógica: refletir e agir para melhorar", destinada a professores do Agrupamento de Escolas Passos Manuel

    No contexto do processo de autonomia e flexibilidade curricular e com a publicação do Perfil do Aluno à Saída da Escolaridade Obrigatória, os professores de algumas escolas/agrupamentos frequentaram Oficinas do Projeto MAIA e definiram um Projeto de Intervenção nesta área. Assim, é necessário o reforço do acompanhamento da equipa docente que está a preparar o alargamento do projeto a todos os anos de escolaridade e disciplinas, sublinhando os conceitos e promovendo a reflexão sobre as metodologias nos colegas a envolver pela primeira vez. Importa, por isso, que os professores consolidem estas mudanças de modo contextualizado e que aprofundem competências e conhecimentos inerentes ao processo de avaliação das aprendizagens em torno de práticas de avaliação formativa, feedback e participação, critérios de avaliação e processos de recolha de informação.